terça-feira, 1 de março de 2016

Porta Santa... O que é e porque atravessá-la?

Olá Povo de Deus!
Quem nos responde a pergunta que é o título deste post é o próprio Papa Francisco: 

Porta Santa... O que é e porque atravessá-la?
 "Será então uma Porta da Misericórdia, onde qualquer pessoa que entre poderá experimentar o amor de Deus que consola, perdoa e dá esperança." (...) Veja o documento.

Mas, para entendermos  a misericórdia que experimentaremos precisamos entender o que são as indulgências e as condições para recebê-las.

Entenda por que é importante receber a indulgência mesmo que  nos confessemos com frequência. 

Todo pecado que cometemos traz consigo uma dupla consequência: a CULPA e a PENA

No Sacramento da Reconciliação, somos perdoados quanto à culpa e não quanto à pena

O que apaga esta pena temporal é a indulgência.

pena temporal (a consequência dos nossos pecados), nos implica em sofrimentos diversos: Tribulações cotidianas,  provas de todo o tipo, doenças graves, e na verdade representam para o cristão um momento de graça, de purificação e expiação.  Pois se esta pena não nos é aplicada em vida será aplicada após a morte (no purgatório).  

No purgatório,  as almas não podem mais fazer algo para receberem indulgências, portanto, elas só podem beneficiar-se se nós os vivos oferecermos em seu favor as indulgências.
Exitem dois tipos de indulgencias:  a Indulgência Parcial e Indulgência Plenária

indulgência parcial, como o nome diz,  nos redime parcialmente dessa pena. Já a indulgência plenária apaga totalmente a pena temporal dos pecados já confessados. Veja o documento

E é esta Indulgencia Plenária que recebemos ao atravessar a 
Porta Santa no Ano Jubilar da Misericórdia (08/12/2015 a 20/11/2016


A indulgência plenária só pode ser adquirida uma vez por dia.

para cada indulgência plenária é necessária uma comunhão e as orações nas intenções do Sumo Pontífice.

                                                Como chegar a Porta Santa?
"Também para chegar à Porta Santa, tanto em Roma como em cada um dos outros lugares, cada pessoa deverá fazer, segundo as próprias forças, uma peregrinação. " Papa Francisco(...) Veja o documento.

"O Senhor Jesus indica as etapas da peregrinação através das quais é possível atingir esta meta: « Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados. Dai e ser-vos-á dado: uma boa medida, cheia, recalcada, transbordante será lançada no vosso regaço. A medida que usardes com os outros será usada convosco » (Lc 6, 37-38). Papa Francisco (...) 



Espero que passem várias vezes pela Porta Santa!
Eu estou me programando para passar uma vez por mês.  E como só podemos passar uma vez em nossa própria intenção, já vou fazer a minha lista das pessoas que desejo levar para o céu.

Paz de Cristo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo contato, responderei o mais breve possível!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...