quinta-feira, 19 de maio de 2011

Nossa Senhora do Ó


A imagem de Nossa Senhora do Ó sempre apresenta a mão esquerda espalmada sobre o ventre avantajado, em fase final de gravidez. A mão direita levantada. 
Encontram-se imagens com esta mão segurando um livro aberto ou também uma fonte, ambos significando a fonte da vida

No começo do século XIX, mudanças no culto mariano começavam a estimular o dogma da Imaculada Conceição, o que não combinava com aquela santa em estado de adiantada gravidez, como retratava a iconografia, estimada pelas mulheres à espera da hora do parto.
Muitas imagens foram trocadas pela da Nossa Senhora do Bom Parto, vestida de freira, com o ventre disfarçado pela roupa, ou mesmo pela imagem de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, mais condizente com os ventos moralistas da época.
Somente no fim do século XX se voltou a falar e pesquisar o assunto, tendo-se encontrado imagens antigas enterradas sob o altar das igrejas.

Festa católica de origem claramente espanhola, a festa  é conhecida na liturgia com o nome de "Expectação do parto de Nossa Senhora", e entre o povo com o título de "Nossa Senhora do Ó". Os dois nomes têm o mesmo significado e objetivo:milhares de gerações que suspiraram pela vinda do Salvador do mundo, desde Adão e Eva, e que se recolhem e concentram no Coração de Maria, como no mais puro e limpo dos espelhos. 
A Expectação (expectativa) do parto não é simplesmente a ansiedade, natural na mãe jovem que espera o seu primogênito; é o desejo inspirado e sobrenatural da "bendita entre as mulheres", que foi escolhida para Mãe Virgem do Redentor dos homens, para corredentora da humanidade. Ao esperar o seu Filho, Nossa Senhora ultrapassa os ímpetos afetivos de uma mãe comum e eleva-se ao plano universal da Salvação do mundo.

As antífonas que  a Igreja preparou de 18 de dezembro até a Véspera do Natal começam sempre pela interjeição exclamativa Ó ("Ó Sabedoria... vinde ensinar-nos o caminho da salvação"; "Ó rebento da Raiz de Jessé... vinde libertar-nos, não tardeis mais"; "Ó Emanuel..., vinde salvar-nos, Senhor nosso Deus"), como expoente altíssimo do fervor e ardentes desejos da Igreja, que suspira pela vinda de Jesus, inspiraram ao povo espanhol a formosa invocação de "Nossa Senhora do Ó". 

3 comentários:

  1. Nossa Claudinha vc é "1000"!
    Amei toda a explicação sobre esta linda devoção.
    Vc já conhecia? Este título de Maria é lindo, não?
    Parabéns pela postagem, como sempre arrasou!
    Bjos, Cátia.

    ResponderExcluir
  2. Oi Cátia querida, eu já tinha escutado esse título pq a Ir. que trabalha comigo visitou uma igreja em Sabará-MG que é dedicada a N.S. do Ó. Mas amei pesquisar e montar o desenho para crianças pintarem... o bom é que tudo que descubro conto pra todos aqui...rs Eu é que lhe agradeço!

    ResponderExcluir
  3. Oiii Cláudia! Amei a explicação!Meu irmão sempre achou engraçado essa denominação "do Ó". Agora vou poder explicar pra ele direitinho...hehe
    Uma beijoca,
    Layse

    ResponderExcluir

Obrigada pelo contato, responderei o mais breve possível!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...