quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

A missão evangelizadora dos pais no Natal

   
   Comentando a intenção missionária do mês de dezembro nos confrontamos com o grandioso desafio dos pais prepararem o clima de Natal no seu lar. 
      Num tempo em que as raízes e a identidade familiar parecem esboroar-se, deter-se a preparar e aprofundar o nascimento do Salvador é também ir às origens da vida, do valor e sentido do ser humano. 

    Na narrativa natalina encontramos o maravilhoso anuncio dos anjos aos pastores, mensagem da paz e alegria. A acolhida do Menino Deus desperta na família um renovado apreço da vida como dom e dádiva divina. O contemplar a ternura de uma criança indefesa numa manjedoura rodeado pelos pais e as criaturas, mostra a nossa comunhão amorosa com Deus e com a terra. 

      É um período mais que oportuno para uma catequese familiar iniciática e mistagógica, isto é, a partir dos símbolos e imagens do presépio, e do próprio Natal, sermos capazes como São Francisco de Assis, que soube envolver e motivar a todo o povo na Gruta de Grecccio, para compor de uma forma criativa e viva o primeiro presépio. 

       O Belém familiar é também um lugar de encontro e nascimento do Salvador, e caberá aos pais fazer o papel de pastores, e de reis magos, ou ainda melhor assemelhar-se nas disposições e virtudes de Maria e José para descobrirem com alegria e bondade a imagem de Jesus Menino nos seus filhos.

     A Noite Santa em especial além da cordialidade e amabilidade natalinas deverá respeitar um espaço de silêncio, de prece meditativa para entrarmos na candura e misericórdia que nos inspira a visita divina.

       Não deixemos passar estes preciosos momentos que marcarão para sempre o coração de nossos filhos. A lembrança de um Natal cristão celebrado em família será sempre um manancial e reserva da mais pura fé que nasce do encontro de Um Deus pequenino que quer nos abraçar e ficar para sempre conosco. 

    Jesus não veio simplesmente para trocarmos presentes, ou para que fizéssemos uma festa barulhenta, mas para comunicar-nos a sua própria vida, eternizando-nos e tornando-nos filhos do Pai. 
Deus seja louvado!

+Dom Roberto Francisco Ferreria Paz
Bispo Diocesano de Campos




2 comentários:

  1. Ola Claudia!
    Passei só para desejar um Feliz e abençoado Natal!
    Beijos! Nena

    ResponderExcluir
  2. OLA CLAUDIA MUITA PARA VOCÊ
    PASSEI SO PARA DESEJAR AVOCÊ UM FELIZ E SANTO NOTAL.
    ABRAÇOS FIQUE COM DEUS

    ResponderExcluir

Obrigada pelo contato, responderei o mais breve possível!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...